CBD.pt

CDB contra a fibromialgia

Indholdsfortegnelse

Como pode a CDB ajudar com a fibromialgia?

O canabidiol (CBD) é um óleo derivado da cannabis. Um corpo crescente de investigação sugere que a CDB pode ajudar as pessoas com fibromialgia.

A fibromialgia é uma condição caracterizada pela dor crónica. Estudos sugerem que a CDB pode ajudar a aliviar a dor e a inflamação, pelo que os investigadores estão a investigar os seus efeitos sobre os sintomas da fibromialgia.

Por exemplo, uma revisão de 2020 conclui que embora as provas actuais ainda sejam limitadas, os novos dados sugerem que a cannabis pode ter um efeito positivo na fibromialgia.

Embora a CDB mostre promessa como remédio para esta condição, a investigação ainda tem de provar que é segura e eficaz, e a Food and Drug Administration (FDA) não aprovou a CDB para tratar fibromialgia ou outras formas de dor.

No entanto, a CDB continua a ser uma escolha popular. Este artigo irá explorar a razão pela qual a CDB pode aliviar a dor da fibromialgia. Irá também explorar as suas utilizações mais eficazes e alguns efeitos secundários potenciais.

A CDB é o mesmo que a cannabis?

Em resumo, a CDB não é o mesmo que a cannabis.

A CDB é um dos mais de 100 canabinóides que provêm da planta de canábis. Outro composto em cannabis, chamado tetrahidrocanabinol (THC), é responsável pela produção de uma alta.

Na maioria dos casos, o óleo CBD no mercado é feito a partir de um tipo de cannabis chamado cânhamo, que deve conter legalmente menos de 0,3% de THC.

O óleo concentrado de CDB pode proporcionar maiores benefícios com menos riscos do que a utilização de cannabis medicinal.

Como funciona a CDB contra a fibromialgia?

Os cientistas não podem dizer com certeza porque é que o medicamento parece reduzir alguns sintomas de fibromialgia ou porque é que funciona para algumas pessoas e não para outras, mas os investigadores estão actualmente a testar algumas teorias.

Os efeitos analgésicos da CDB devem-se provavelmente aos seus efeitos sobre o cérebro. Pode interromper as vias nervosas que enviam sinais de dor entre o cérebro e o resto do corpo.

A CDB e outros canabinóides ligam-se a receptores especializados no cérebro de uma pessoa. Um destes receptores, chamado receptor CB2, desempenha um papel na gestão da dor e da inflamação.

Quando a CDB entra no corpo, pode ligar-se aos receptores CB2, ou pode fazer com que o corpo produza canabinóides naturais (endocanabinóides) que se ligam a estes receptores. Isto pode então resultar em dor e inflamação reduzidas.

Um estudo de 2016 sugere que a deficiência de endocannabinoides pode ser a causa de síndromes de dor crónica, incluindo enxaquecas e fibromialgia.

A utilização da CDB pode corrigir esta deficiência, o que explica o sucesso do composto em aliviar a dor crónica.

Contudo, a investigação ainda é limitada, pelo que são necessários mais estudos antes que os cientistas possam compreender plenamente este processo.

Visite o nosso centro dedicado para mais informações e recursos sobre os produtos CBD e CBD.

A CDB é eficaz?

Os investigadores estão agora a realizar investigação de qualidade sobre este método de tratamento. No passado, a investigação tem-se centrado mais na cannabis medicinal do que na CDB em particular. Novos estudos encontram benefícios associados a este composto.

De acordo com os Centros Nacionais de Saúde Complementar e Integrativa, algumas evidências sugerem que a cannabis ou a CDB podem ter benefícios modestos para a dor crónica.

Por exemplo, uma revisão de 2020 conclui que a CDB pode ter benefícios em alguns contextos para aliviar dores crónicas, melhorar o sono e reduzir a inflamação.

Dados anedóticos sugerem também que a utilização de óleo de CDB pode aliviar os sintomas de fibromialgia para algumas pessoas.

Estudos também sugerem que a CDB pode aliviar a dor, melhorar o sono e reduzir a dor refratária em pessoas com várias condições associadas à dor crónica, incluindo fibromialgia, enxaquecas e síndrome do cólon irritável.

As pessoas que usam cannabis medicinal são susceptíveis de ingerir alguma CDB, mas as quantidades exactas são desconhecidas. Há um debate sobre se a CDB é mais eficaz quando uma pessoa a utiliza sozinha ou com canábis medicinal.

Uma combinação de outras substâncias químicas na fábrica pode aumentar os efeitos positivos da CDB e proporcionar benefícios adicionais. Por exemplo, um estudo de 2006 sugere que a CDB funciona melhor em combinação com o THC.

São necessárias mais provas para que os investigadores conheçam a verdadeira eficácia e segurança da CDB contra a dor e condições de saúde crónicas.

O que dizem os estudos?

Uma revisão de 2020 conclui que os novos dados sugerem que a cannabis pode ter um efeito positivo na fibromialgia. No entanto, os investigadores também dizem que as provas actuais ainda são limitadas.

Um ensaio aleatório de 2019 analisa os efeitos do Bediol, um fármaco que contém tanto CBD como THC, em pessoas com fibromialgia. Sugere que mais pessoas a tomar Bediol relataram uma diminuição de 30% nos índices de dor em comparação com as que tomam placebo.

Contudo, outros resultados deste estudo foram inconclusivos, e não é claro se os efeitos foram devidos ao THC ou à CDB.

Um estudo de 2017 conclui que a CDB pode contrariar a hipersensibilidade das células em torno dos nervos em pessoas com dores crónicas, incluindo as que sofrem de fibromialgia. Contudo, também aponta para a necessidade de mais investigação nesta área.

Uma revisão de 2015 analisa a investigação existente sobre a utilização de canabinóides para a dor crónica, embora não especificamente a dor associada à fibromialgia. Sete dos 11 estudos incluídos na revisão sugerem que a CDB alivia a dor.

Outra revisão de 2015 analisa os resultados de 28 ensaios aleatórios e clinicamente controlados de canábis medicinal como um tratamento da dor. Muitos dos ensaios centraram-se na dor associada à esclerose múltipla. A revisão sugere que provas de alta qualidade apoiam o uso de cannabis medicinal para o tratamento de dores crónicas em alguns ambientes.

Será que a cannabis sintética funciona?

Uma análise de 2016 avalia os efeitos de um canabinóide sintético chamado Nabilone na fibromialgia. Os investigadores dizem que os participantes toleraram-na mal e que não teve benefícios significativos em comparação com o placebo.

Por outro lado, uma revisão de 2020 afirma que “os canabinóides sintéticos são uma das classes de medicamentos mais promissoras na medicina da dor”.

A investigação sobre os efeitos da cannabis sintética é limitada, pelo que os cientistas ainda estão a investigar a sua eficácia.

Porque é que tem sido difícil encontrar provas?

Há poucas provas de estudos humanos para apoiar os benefícios do óleo da CDB, uma vez que o uso e investigação de canábis ainda é limitado.

À medida que a cannabis é legalizada em diferentes regiões, a investigação está a ganhar ritmo e a começar a mostrar alguns resultados promissores.

Muitos estudos sobre a CDB têm limitações, incluindo os seguintes:

  • números muito pequenos
  • resultados contraditórios
  • falta de grupos de controlo ou placebos
  • falta de medidas objectivas, confiando antes em medidas de auto-relatação

Outros desafios enfrentados pelos investigadores incluem a obtenção de CBD de alta qualidade ou cannabis médica (devido à falta de regulamentação) e o controlo da dosagem e da potência dos produtos CBD.

Embora um pequeno grupo de estudos sugira que a CDB é eficaz contra a fibromialgia, os dados permanecem mistos e incertos.

Como utilizar o óleo de CDB

Vários websites oferecem instruções de utilização de óleo CDB, mas há poucos conhecimentos especializados sobre a utilização ou dosagem. Algumas pessoas utilizam o óleo topicamente, enquanto outras o utilizam oralmente.

Se possível, as pessoas podem beneficiar de falar sobre dosagens com um médico que tenha conhecimentos sobre CDB e fibromialgia.

Como com qualquer medicamento, é aconselhável começar com uma dose baixa e observar cuidadosamente a reacção do corpo.

A FDA não regula os produtos da CDB da mesma forma que regulam os produtos farmacêuticos, pelo que as empresas por vezes etiquetam mal os seus produtos. Isto significa que é especialmente importante fazer alguma investigação para encontrar produtos de qualidade.

Efeitos secundários

As pessoas geralmente toleram bem a CDB, mas algumas têm relatado efeitos secundários. Alguns efeitos secundários comuns incluem:

  • vertigens
  • náusea
  • boca seca
  • sonolência

As pessoas devem falar com o seu médico antes de tomarem a CDB. A CDB pode interagir com certos remédios de venda livre, suplementos e medicamentos de prescrição, especialmente aqueles que advertem contra o consumo de toranja.

Há também alguma preocupação de que a CDB possa interferir com a capacidade do fígado de quebrar toxinas, perturbando uma enzima chamada o complexo de citocromo P450.

Legalidade

Embora o cânhamo e os produtos derivados do cânhamo contendo menos de 0,3% de THC sejam legais ao abrigo da Farm Bill, ainda existe alguma confusão sobre os detalhes.

A investigação está em curso, e o estatuto legal da CDB e de outros canabinóides varia de estado para estado.

Se uma pessoa nos EUA está a considerar experimentar a CDB, deve verificar as suas leis locais.

Conclusão

A fibromialgia é uma condição crónica. Embora a CDB não a cure, algumas pessoas descobrem que ela pode ajudá-las a gerir os seus sintomas, e a investigação nesta área mostra-se promissora.

A CDB é legal? A Lei Agrícola de 2018 retirou o cânhamo da definição legal de marijuana na Lei das Substâncias Controladas. Isto tornou alguns produtos derivados do cânhamo CBD com menos de 0,3 por cento de THC federalmente legais. Os produtos da CDB contendo mais de 0,3% de THC, contudo, ainda se enquadram na definição legal de marijuana, tornando-os federalmente ilegais mas legais ao abrigo de algumas leis estaduais. Certifique-se de verificar as leis do estado, especialmente quando viaja. Tenha também em mente que a FDA não aprovou produtos não sujeitos a receita CBD, e alguns produtos podem estar incorrectamente rotulados.

Del:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Den Bedste CBD Olie

Køb 2, Betal For 1

Relaterede Artikler

CBD contra enjôo

A doença de movimento é a ruína das viagens. O CBD para enjoo de movimento demonstrou melhorar os sintomas de enjôo em estudos recentes. Como

CDB contra as náuseas

A cannabis contém uma série de compostos chamados canabinóides. Um destes compostos é chamado canabidiol (CBD). Novas investigações sugerem que a CDB pode proporcionar alívio

CDB contra a acne

Há milhares de anos que as pessoas utilizam tratamentos naturais para promover uma pele bonita e saudável. Uma opção que está a crescer em popularidade